Interpretar Gestos

Home»Sinais secretos»A obsessão masculina pela zona púbica

A obsessão masculina pela zona púbica

guys-looking

A exibição sexual mais direta que homem pode fazer perante uma mulher é o gesto agressivo de polegares-no-cinto que lhe realça a zona púbica. Poderá igualmente virar o corpo para ela e apontar-lhe o pé, lançar-lhe um olhar íntimo e sustentar-lhe o olhar durante mais tempo do que o habitual. Se estiver sentado ou encostado a uma parede, poderá igualmente abrir as pernas para exibir a zona púbica.

Em bandos de babuínos, bem como vários outros primatas, os machos exibem a sua dominância através de uma exibição do pénis- Afastando as pernas de modo a transmitir aos outros uma visão completa do tamanho da sua «ferramenta» e ajustando-a de vez em quando, conseguem afirmar e reafirmar constantemente o seu estatuto dominante. Esta mesma forma de exibição é utilizada pelos homens para afirmarem a sua virilidade, embora de forma mais subtil do que no caso dos babuínos, particularmente devido à pesada sentença de prisão que a exibição do babuíno lhes acarretaria.

O século XV assistiu à introdução do não-tão-subtil calção apertado, que pretendia revelar o tamanho do órgão sexual masculino e, através dele, do seu estatuto social. No século XXI, os nativos da Nova Guiné continuam a empregar acessórios de realce do pénis; os homens ocidentais podem obter o mesmo efeito com cuecas apertadas, calções de natação Speedo de pequenas dimensões, ou com um grande molho de chaves pendurado no cinto junto à zona pública. Estes objetos pendurados dão ao homem a oportunidade de fazer, de tempos a tempos, ajustamentos com a mão.

A maioria das mulheres não é capaz sequer de se imaginar num local público a estender a mão para coçar a zona púbica e fica siderada por os homens o fazerem com tanta naturalidade e regularidade. A mensagem é a mesma para todos os primatas masculinos, apenas com diferentes abordagens.

Palavras Chave - , , ,