Interpretar Gestos

Home»O poder dos gestos»O poder das mãos»Aperto de mão de controlo

Aperto de mão de controlo

Aperto-de-mão-Serifo-Nhamajo-e-Primeiro-Ministro-Rui-Barros-na-presença-de-Braima-Sori-Djaló-Presidente-da-ANP

O propósito de qualquer aperto de mão a duas mãos é tentar demonstrar sinceridade, fiabilidade ou sentimentos profundos para com o receptor. Dois elementos significativos são de notar.

Em primeiro lugar, a mão esquerda é utilizada para comunicar a profundidade de sentimentos que o iniciador pretende transmitir, que é proporcional à distância do pulso a que a mão esquerda do iniciador é colocada no braço direito do receptor. E como se se tratasse de uma intenção de abraçar, sendo a mão esquerda do iniciador usada como um termómetro do grau de intimidade — quanto mais acima sobre o braço do receptor for colocada, maior intimidade o iniciador tenta demonstrar. O iniciador está a tentar mostrar uma conexão íntima com o receptor enquanto, ao mesmo tempo, tenta controlar o seu movimento.

Por exemplo, a posição Mão-no-Cotovelo (Elbow Grasp) transmite mais intimidade e controlo do que a posição Mão-no-Pulso (Wrist Hold), e a posição Mão-no-Ombro (Shoulder Hold) mais do que a posição Mão-no-Braço (Upper-Arm Grip).

Em segundo lugar, a mão esquerda do iniciador realiza uma invasão do espaço pessoal do receptor. Em geral, a posição Mão-no-Pulso e a Mão-no-Cotovelo são aceitáveis unicamente quando uma pessoa se sente próxima da outra, e nestes casos a mão esquerda do iniciador entra apenas na zona exterior do espaço
pessoal do receptor. As posições Mão-no-Ombro e Mão-no-Braço mostram uma grande intimidade e podem até terminar num abraço. A não ser que os sentimentos de intimidade sejam mútuos, ou se o iniciador não dispuser de uma boa razão para usar um aperto de mão de Mão-Dupla, o receptor ficará provavelmente desconfiado relativamente às intenções do iniciador. Em resumo, se não temos nenhuma forma de vínculo
pessoal à outra pessoa, não devemos usar nenhum tipo de Mão-Dupla. E se a pessoa que nos dá este tipo de aperto de mão não tem uma conexão pessoal connosco, convém estar atento às suas intenções escondidas.

E frequente ver políticos a cumprimentar eleitores usando apertos de Mão-Dupla e vendedores a fazê-lo a clientes, sem se aperceberem de que podem estar a suicidar-se política e profissionalmente, afastando as pessoas.