Interpretar Gestos

Home»O poder dos gestos»Como encorajar a concordância

Como encorajar a concordância

CONVITE CONCORDANCIA

Existem duas utilizações poderosas do aceno de cabeça. A linguagem corporal é uma reflexão inconsciente, na direção do exterior, daquilo que nos vai na alma, pelo que, se o leitor se sentir positivo ou afirmativo, a sua cabeça começará a acenar enquanto fala. Do mesmo modo, se começar simplesmente a acenar de forma intencional com a cabeça, começará a experimentar sentimentos positivos. Por outras palavras, os sentimentos positivos provocam o aceno de cabeça — e o inverso é igualmente verdade: acenar com a cabeça provoca sentimentos positivos. Estamos de novo perante um fenómeno de causa e efeito.

Acenar com a cabeça é igualmente muito contagioso. Se alguém acena com a cabeça na nossa direção, em geral retribuiremos o gesto acenando também com a cabeça — ainda que não concordemos necessariamente com o que a pessoa está a dizer. Acenar com a cabeça é um excelente instrumento de criação de sintonia e obtenção de concordância e cooperação. Ao terminar cada frase com uma afirmação verbal do tipo «Não é?»,
«Não concorda?», «Não é verdade?», ou «De acordo?», com a pessoa que usa da palavra e o ouvinte ambos a acenar com a cabeça, o ouvinte experimentará sentimentos positivos que ajudam a criar uma maior probabilidade de concordar connosco.

Depois de fazer uma pergunta e o ouvinte responder, acene comba cabeça durante a resposta dele. Depois de ele acabar de falar, continue a acenar com a cabeça mais cinco vezes, à velocidade de cerca de um aceno por segundo. Em geral, quando tiver contado até quatro, o ouvinte retomará o discurso, transmitindo mais informação. Assim, enquanto acenar com a cabeça e permanecer em silêncio, com a mão no queixo, numa posição de Avaliação, não há qualquer pressão sobre si para falar, e não transmitirá a ideia de estar a realizar um interrogatório. Quando estiver na posição de escuta, coloque a mão no queixo e afague-o ligeiramente pois, como vimos antes, a investigação demonstra que isso encoraja os outros a continuar a falar.