Interpretar Gestos

Home»Sinais de posse»Como os políticos da TV podem conquistar votos

Como os políticos da TV podem conquistar votos

tiques_politicos-copy

Há mais de três décadas que aconselhamos pessoas que aparecem em público a serem vistas como credíveis e fiáveis. Estes nossos clientes vão desde estrelas do rock e políticos, até apresentadores do boletim meteorológico e primeiros-ministros. Em determinada ocasião, dois líderes políticos foram convidados para dois debates televisivos sobre a forma como dirigiriam o país. Um dos candidatos — chamemos-lhe candidato A — media 1,75 metros de altura e era encarado pelos votantes como mais baixo, devido à sua abordagem mais suave e discreta, enquanto o seu concorrente — o candidato B — tinha 1,90 metros de altura e era percecionado pelo eleitorado como mais alto ainda, devido à sua atitude afirmativa e autoritária. A seguir ao primeiro debate televisivo, a impressão geral foi a de que o candidato mais baixo tinha sido fortemente derrotado pelo mais alto. O candidato A solicitou o nosso aconselhamento, e sugerimos diversas estratégias, incluindo cortar dez centímetros ao seu púlpito, o que lhe proporcionaria a mesma distância visível entre o topo deste e o queixo que no caso do candidato B. Sugerimos igualmente que o candidato A deveria tentar providenciar para que a sua câmara fosse ligeiramente abaixada, de forma a filmar de baixo para cima, dando-lhe uma aparência de pessoa mais alta. Sugerimos-lhe ainda que proferisse a sua mensagem diretamente para a câmara, de modo a que cada um dos eleitores sentisse que ele se lhe dirigia pessoalmente. Os resultados foram excelentes. A seguir ao debate seguinte, o candidato A foi considerado o vencedor claro e os meios de comunicação relataram que ele tinha «um novo sentido de autoridade e liderança». Após a eleição que se seguiu, o candidato A tornou-se líder do país. As lições a retirar daqui são que os eleitores, de um modo geral, não se interessam profundamente nem se recordam muito daquilo que os políticos dizem nos debates eleitorais. Os votantes decidem o seu voto final com base na crença de que o vencedor está mais preparado para ser o líder.