Interpretar Gestos

Home»O poder dos gestos»Encavalitado-Numa-Cadeira

Encavalitado-Numa-Cadeira

DSCF1054

Séculos atrás, os homens utilizavam escudo para se protegerem das lanças e bastões do inimigo. Na atualidade, o homem civilizado utiliza todos os meios à sua disposição para simbolizar este mesmo comportamento protetor, quando se encontra sob ataque físico ou verbal. Incluem-se aqui os gestos de colocar-se atrás de um portão, de uma porta, de uma cerca, de uma secretária, da porta aberta do automóvel; inclui-se igualmente o gesto de sentar-se em posição inversa, encavalitado numa cadeira. As costas da cadeira funcionam como um escudo protetor para o corpo e podem transformar uma pessoa numa personalidade agressiva e dominante. Os homens podem igualmente abrir as pernas numa Exibição da Zona Púbica alargada, acrescentando firmeza masculina a esta posição. A maior parte dos indivíduos que a praticam são tipos dominantes que tentarão assumir o controlo dos outros a partir do momento em que o rumo da conversa os aborreça, e as costas da cadeira oferecem uma boa proteção contra quaisquer «ataques» por parte de outros elementos do grupo. Estes indivíduos são frequentemente discretos e podem deslizar para a posição encavalitada quase sem se dar por ela.

A forma mais fácil de desarmar quem adota esta posição é ficar de pé ou sentado por trás do indivíduo, fazendo-o sentir-se vulnerável a ataques e obrigando-o a alterar a sua posição. Isto pode funcionar especialmente bem numa situação de grupo, pois a pessoa terá as costas expostas, o que a compelirá a mudar para outra posição.

E o que fazer com uma pessoa que se senta encavalitada numa cadeira giratória? E inútil tentar raciocinar com um homem que exibe as virilhas num carrossel, pelo que a melhor defesa será não verbal. Conduza a sua conversação de pé e olhando de cima para baixo para o indivíduo, e penetre o seu Espaço Pessoal. Isso enervá-lo-á, e ele poderá mesmo cair da cadeira, na tentativa de se afastar.

Da próxima vez que receber uma pessoa deste tipo, não se esqueça de o sentar numa cadeira de braços fixa, de modo a impedi-lo de assumir a sua posição favorita. Ao ver-se impedido de se sentar encavalitado na cadeira, o seu movimento seguinte é o de utilizar a Catapulta.