Interpretar Gestos

Home»Sinais secretos»Espreitar por cima dos óculos

Espreitar por cima dos óculos

00026200

Os atores dos filmes realizados durante as décadas de 1920 e 1930 utilizavam o gesto Espreitar-por-cima-dos-Óculos para representar, por exemplo, uma pessoa atreita a criticar os outros, ou a julgá-los, como por exemplo um professor de uma escola privada inglesa. Muitas vezes, a pessoa utilizaria óculos de leitura e preferiria olhar por cima deles, em vez de os retirar do rosto para olhar para a outra pessoa.

Mas quem se encontre do lado do recetor deste olhar poderá sentir que está a ser julgado ou examinado. O hábito de olhar por cima dos óculos pode constituir um erro que se paga caro, pois o recetor poderá responder-lhe com gestos negativos como braços cruzados, pernas cruzadas ou uma atitude argumentativa.

Se utilizar óculos, retire-os quando falar e reponha-os para escutar. Isto não apenas descontrai a outra pessoa, como lhe permite, a si, deter o controlo da conversa. O ouvinte ficará rapidamente condicionado a perceber que, quando o leitor tira os óculos do rosto, está a tomar a palavra e, quando os repõe, é a vez dele de falar.

As lentes de contacto poderão fazer as suas pupilas parecer dilatadas e húmidas, bem como refletir a luz. Isso poderá conferir ao leitor uma aparência mais suave e sensual, a qual é excelente em contextos de convívio, mas pode revelar-se desastrosa no trabalho, especialmente no caso das mulheres. Uma mulher poderá ver-se na situação de tentar dar o seu melhor para persuadir um homem de negócios a comprar as suas ideias, enquanto ele está hipnotizado pelo efeito sensual das lentes de contacto dela, não ouvindo uma palavra.

Os óculos coloridos e os óculos de sol não são nunca aceitáveis em contextos profissionais, e levantam suspeitas em ambientes de convívio. Quando quiser transmitir a ideia de que vê as coisas com clareza e precisão, tem de ter óculos de lentes não coloridas – deixa estas e os óculos escuras paras situações de exterior.