Interpretar Gestos

Home»Jogos de poder»Fingir até conseguir

Fingir até conseguir

R7-Mentira-perna-curta

Se evitar gestos Mão-ao-Rosto e falar sempre utilizando sinais de abertura, significará isso que pode contar as maiores petas e safar-se? Bem… não necessariamente, pois se utilizar posições abertas quando sabe que está a mentir, é provável que as palmas das suas mãos suem, que as bochechas se contraiam ou as suas pupilas diminuam de tamanho. Os mentirosos mais competentes são aqueles que conseguem interiorizar os seus papéis e agir como se de facto acreditassem na mentira. O ator profissional que seja capaz de o fazer melhor do que qualquer outro receberá um Óscar. Embora não estejamos a sugerir ao leitor que minta, há dados poderosos que provam que, se praticar as competências positivas que temos vindo a mencionar ao longo deste livro, elas se tornarão para si uma segunda natureza e servi-lo-ão bem para o resto da sua vida.

Os cientistas provaram o conceito «fingir até conseguir» utilizando testes com aves. Em muitas espécies de aves, quanto mais um indivíduo for dominante, mais escura será a sua plumagem. As aves de cores mais escuras são as primeiras da fila em termos de alimento e parceiros. Os investigadores reuniram vários indivíduos mais fracos e de cores mais claras e pintaram-lhes a plumagem em tons escuros, por forma a que estes «mentissem» às outras aves, as dominantes. Mas o resultado foi que os indivíduos «mentirosos» foram atacados pelos verdadeiros indivíduos dominantes, visto os «mentirosos» continuarem a exibir linguagem corporal fraca e submissa. Nos testes seguintes, as aves mais fracas, tanto machos como fêmeas, foram não apenas pintadas, mas igualmente injetadas com hormonas à base de testosterona, para as fazer agir de forma dominante. Desta vez, os «mentirosos» viram os seus esforços bem-sucedidos, começando a pavonear-se de forma superior e segura, o que enganou completamente os verdadeiros indivíduos dominantes. Isto vem demonstrar que, numa entrevista, precisamos de assumir completamente um papel credível e treinar mentalmente, antecipadamente, de que forma nos comportaremos se desejamos que nos levem a sério.