Interpretar Gestos

Home»O poder dos gestos»O poder das mãos»Ganhar a vantagem do lado esquerdo

Ganhar a vantagem do lado esquerdo

1960 Kennedy-Nixon debate

Quando dois líderes estão de pé lado a lado para se deixarem fotografar pelos média, esforçam-se por parecer iguais em termos de tamanho físico e vestuário, mas aquele que se encontra à esquerda na fotografia é percepcionado como possuindo uma margem de dominância sobre o outro. Isso acontece porque lhe é mais fácil ficar com a mão por cima quando dá o aperto de mão, fazendo que pareça deter o controlo da situação. Isto é bastante óbvio no aperto de mão que teve lugar entre dois políticos dos EUA antes do debate de televisão que mantiveram em 1960. Nessa altura, o mundo nada sabia de linguagem corporal, mas, analisados os desempenhos dos dois candidatos, Um dos políticos parece ter tido uma compreensão intuitiva de como a utilizar. Fazia por ficar sempre do lado esquerdo da fotografia, e aplicar a posição Mão-por-Cima era um dos seus movimentos favoritos.

O famoso debate eleitoral de um conhecido presidente dos EUA revelou-se um notável testemunho do poder da linguagem corporal. As sondagens revelaram que a maioria dos Americanos que acompanharam o debate pela rádio consideraram ser o rival o vencedor, mas, em contrapartida, a maioria daqueles que o viram pela televisão consideraram o presidente o vencedor absoluto. Isso mostra até que ponto a persuasiva linguagem corporal do presidente fez a diferença, acabando por permitir-lhe conquistar a Presidência.