Interpretar Gestos

Home»O poder dos gestos»O franzir do sobrolho

O franzir do sobrolho

raised_eyebrow_by_zanefoster-d54uxve

Este gesto é um sinal de saudação à distância que tem o significado de «olá», e é usado por toda a parte, desde tempos imemoriais. O Franzir do Sobrolho é universal, e é igualmente utilizado pelos símios como sinal de saudação social, confirmando tratar-se de um gesto inato. As sobrancelhas erguem-se rapidamente durante uma fracção de segundo, descendo de novo imediatamente. O objectivo é chamar a atenção para o rosto, de modo a poder-se trocar sinais claros. A única cultura que não usa este sinal é a japonesa, onde é considerado impróprio ou grosseiro e contendo conotações sexuais manifestas.

Trata-se de um sinal inconsciente, que reconhece a presença da outra pessoa e está provavelmente ligado à reação de temor ao ser-se surpreendido, ou a uma afirmação do tipo «estou surpreendido e com medo de ti», que se traduz por «reconheço a tua presença, e não constituo uma ameaça». Não fazemos o Franzir do Sobrolho a desconhecidos com quem nos cruzamos na rua, nem a pessoas de que não gostamos, e as pessoas que não fazem o Franzir do Sobrolho no primeiro contacto são percepcionadas como potencialmente agressivas. Faça este teste simples e descobrirá em primeira mão o poder do Franzir do Sobrolho — sente-se num átrio de hotel e faça esse gesto a toda a gente que passe por si. Verificará que não só as pessoas lhe devolvem o gesto e sorriem, como muitas se aproximarão e começarão a falar consigo. A regra de ouro é fazer sempre o Franzir do Sobrolho a pessoas de quem goste, ou que deseje que gostem de si.