Interpretar Gestos

Home»Sinais secretos»O que os homens procuram nos corpos das mulheres

O que os homens procuram nos corpos das mulheres

Power struggle

Resume-se os resultados dos estudos relativos às partes do corpo para que homens e mulheres mais olham. Os resultados são claros — os homens têm os cérebros predefinidos para se deixarem atrair por mulheres que demonstrem a capacidade reprodutiva mais saudável e disponibilidade sexual.

No que diz respeito à forma do corpo, tanto homens como mulheres preferem pessoas de compleição atlética. Para os homens, isso assinala níveis elevados de saúde e a capacidade de uma mulher reproduzir com sucesso os genes deles. As investigações mostram que os homens se sentem mais atraídos por mulheres com rostos de feições infantis – olhos grandes, narizes pequenos, lábios e bochechas rechonchudas pois estes sinais evocam sentimentos paternais c protetores na maioria deles.

E por esta razão que a maior parte da publicidade feita a clínicas de cirurgia estética coloca tanta ênfase nestes traços. As mulheres, inversamente, preferem homens com rostos adultos que indiquem a capacidade de defender — mandíbulas fortes, sobrolhos volumosos e nariz forte.

As boas notícias são que uma mulher não precisa de possuir beleza natural para atrair um homem — embora a beleza certamente lhe ofereça uma vantagem sobre a concorrência —, mas fundamentalmente de saber exibir os sinais indicadores de que poderá estar disponível. É por isso que algumas mulheres que não parecem particularmente atraentes em termos físicos parecem ter sempre imensos pretendentes. No cômputo geral, o homem sentir-se-á mais atraído por uma mulher através dos sinais da disponibilidade que ela emita do que através do seu poder físico de atracão, e é possível aprender e praticar os sinais de disponibilidade. Algumas mulheres têm dificuldade em aceitar a ideia de que o homem moderno comece por se sentir atraído por uma mulher com base na sua aparência e disponibilidade, em lugar de a desejarem devido à sua capacidade para cuidar dos outros, comunicar, ser uma fada do lar ou tocar piano.

Consideram as discussões do tema pouco dignas para as mulheres modernas. A verdade é que quase todos os estudos realizados sobre atracão ao longo dos últimos sessenta anos chegaram às mesmas conclusões que os pintores, poetas e escritores dos últimos seis mil anos – a aparência e o corpo de uma mulher, e aquilo que ela saiba fazer com eles, é mais atraente para os homens do que a sua inteligência ou as suas qualidades interiores, mesmo no século XXI politicamente correto. O homem do século XXI, numa mulher, deseja encontrar as mesmas coisas imediatas que os seus antepassados queriam à primeira vista, mas, tal como se disse, ele possui critérios diferentes para um parceiro de longo prazo.

A realidade é que uma mulher precisa de atrair um homem, antes que ele descubra as suas qualidades interiores. Quando vamos à pesca, iscamos o anzol com o que o peixe quer, não com aquilo de que nós mesmos gostamos. Já alguma vez provou uma minhoca? A simples ideia pode causar-lhe repulsa mas, para um peixe, é um verdadeiro pitéu.