Interpretar Gestos

Home»Comportamentos»Território automóvel

Território automóvel

Toyota GT86 59

Como se mencionou, a quantidade de Espaço Pessoal de que alguém necessita depende da densidade populacional da zona onde vive. Pessoas criadas em áreas rurais escassamente povoadas, por exemplo, necessitam de mais Espaço Pessoa do que as criadas em cidades densamente povoadas.

Se observarmos até onde uma pessoa estende o braço para dar um aperto de mão, poderemos perceber se a pessoa vem de uma grande cidade ou de uma área rural. Tipicamente, os habitantes da cidade têm uma «bolha» particular de 46 centímetros; esta é igualmente a distância entre o pulso e o tronco quando estendem o braço para dar um aperto de mão.

Isto permite às mãos encontrarem-se em território neutro. As pessoas criadas numa vila rural, de população reduzida, poderão possuir uma «bolha» espacial de até 1 metro, ou mais, e essa é a distância média medida do pulso até ao corpo quando a pessoa do campo aperta a mão a alguém.

As pessoas do campo tendem a permanecer com os pés firmemente posicionados no chão, e inclinam-se para a frente para responder ao nosso aperto de mão, enquanto um habitante da cidade dará um passo em frente para nos cumprimentar. Pessoas criadas em áreas remotas poderão ter necessidade de um Espaço Pessoal ainda maior, podendo mesmo atingir um valor de 6 metros. Estas pessoas preferem frequentemente não dar um aperto de mão, mas antes acenar à distância.

Esta informação é útil para vendedores de equipamento agrícola que vivem na cidade, quando visitam agricultores em áreas rurais de pequena densidade populacional. Considerando, por exemplo, que um agricultor pode ter uma «bolha» de 1 a 2 metros, ou mais, um aperto de mão pode ser considerado uma intrusão territorial, fazendo o agricultor reagir de forma negativa ou defensiva.

Os vendedores bem-sucedidos em áreas rurais afirmam de forma quase unânime que as melhores condições de negociação se dão quando cumprimentam o cliente rural com um aperto de mão comprido, e o agricultor de uma zona remota com um aceno à distância.