Interpretar Gestos

Home»Comportamentos»Território e Posse

Território e Posse

cadeiras-varias-31

As posses de uma pessoa, ou o espaço que ela utiliza habitualmente, constituem um território privado e, tal como no caso da sua bolha pessoal, ela lutará para os defender. A casa, o escritório e o automóvel de uma pessoa representam o seu território, possuindo qualquer deles limites bem marcados, sob a forma de Paredes, portões, cercas e portas. Cada território poderá incluir diversos subterritórios.

Por exemplo, numa casa, o território privativo de determinada pessoa poderá ser a sua cozinha, e ela objetará a que alguém a invada, enquanto a utiliza; um homem de negócios tem o seu lugar favorito na mesa de reuniões; os frequentadores de cafés têm a sua mesa favorita; e a Mãe e o Pai têm a sua cadeira favorita.

Estas áreas são habitualmente marcadas, ou deixando pertences pessoais sobre ou em volta da área em causa, ou usando-as com frequência. O frequentador do café pode mesmo chegar a gravar as suas iniciais na «sua» mesa, e o homem de negócios marca o seu território na mesa da sala de reuniões com objetos como uma pasta pessoal, canetas, livros e peças de vestuário espalhados em volta da fronteira da sua Zona Intima de 46 centímetros.

Em casa, um dos elementos da família poderá marcar a sua cadeira favorita deixando um objeto pessoal, como uma carteira ou uma revista, sobre ou perto dela, de modo a ilustrar as suas pretensões territoriais a esse espaço.

Se o chefe de família convida um visitante a sentar-se e a pessoa se senta inadvertidamente na cadeira errada, o chefe pode sentir-se agitado com esta invasão do seu território e adotar uma postura defensiva. Uma pergunta simples como «Qual é a sua cadeira?» pode evitar as consequências negativas de um tal erro territorial.

Palavras Chave - , , , ,