Interpretar Gestos

Home»Comportamentos»Tocar ou não tocar?

Tocar ou não tocar?

Interrupt-Rule

O facto de alguém se ofender ou não por ser tocado no decorrer de uma conversa depende da respetiva cultura. Por exemplo, os Franceses e os Italianos adoram tocar-se continuamente enquanto falam, ao passo que os Britânicos preferem não o fazer em momento algum, com a exceção de eventos desportivos, perante um grande público.

Os abraços apertados de desportistas britânicos, australianos e neozelandeses é copiado dos desportistas sul-americanos e continentais que se abraçam e beijam de cada vez que se marca um golo, e prosseguem este comportamento íntimo nos balneários. Mas os Aussies, Brits e Kiwis, logo que abandonam o campo, regressam à política do «tira as mãos — senão…».

Foi estudado igualmente as frequências de toque em diversos países e registou os seguintes resultados, em termos de toques por hora — Puerto Rico, 180; Paris, 110; Florida, 2; Londres, 0. A partir da investigação, eis um rápido inventário de países onde é ou não aceitável tocar nos outros:

Não tocar – Alemanha; Japão; Inglaterra; EUA & Canadá; Austrália; Nova Zelândia; Estónia; Portugal; Europa Setentrional; Escandinávia

Tocar – Índia; Turquia; França; Itália; Grécia; Espanha; Médio Oriente; Partes da Ásia; Rússia

Palavras Chave - , , ,